Skip to main content

O que é Limpeza Hospitalar afinal?

Quando falamos de limpeza hospitalar não devemos pensar somente, por exemplo, em manter os ambientes limpos e desinfetados. A limpeza pode ir dos termômetros usados nos pacientes a recipientes com álcool em gel.

Além dos ambientes, os instrumentais usados em cirurgias ou em simples atendimentos de triagem devem ser higienizados a cada paciente.

Do que adianta um ambiente limpo se suas mãos estão cheias de bactérias?

O álcool é um importante agente para combater essas bactérias. Principalmente o álcool em gel, utilizados para limpar as mãos, maior fonte de bactéria.

Essa higienização não deve ser feita somente pelos funcionários dos hospitais, mas pelos próprios pacientes.

Por que? Bom, uma cadeira, uma ida no banheiro, tudo isso pode transmitir algum germe de uma pessoa para outra, mesmo que seja um germe simples como o da gripe ou resfriado, que são passados pelo ar ou no caso de da pessoa infectado que espirrou na mão e pegou em outro local logo após esse espirro.

Essa simples passada de álcool na mão pode evitar uma chata e longa semana de gripe.

Mas não só a limpeza de setores ou de mãos que são importantes dentro de um hospital.

A higiene pessoal de enfermeiros e médicos tem um papel importante contra a propagação dessas bactérias. Por isso é importante separar um lugar para os funcionários deixarem seus uniformes de trabalho separados das vestimentas pessoais. Esse contato evita que germes cheguem aos espaços previamente esterilizados.

Nessa parte, os funcionários devem ficar atentos, pois se vê muito funcionário da saúde passeando pela rua com avental usados dentro dos hospitais. O avental deve ficar no hospital, é uma questão de limpeza e de biossegurança.

Do que adiante esterilizar o local, se o próprio funcionário chega da rua e traz os germes para o local esterilizado.

O ambiente hospitalar pode ser o causador direto da infecção do paciente. Ou seja, muitas vezes pode você ir ao hospital para curar uma coisa e sair de lá com outra doença, se o ambiente não estiver devidamente limpo e esterilizado.

Esses tipos de cuidados básicos podem evitar diversos transtornos. Graças a eles, podemos evitar as conhecidas infecções pós-operatórias, muito famosa dentro de hospitais. Pequenos gestos como higienizar as mãos e o local de trabalho, podem evitar esse tipo de infecção, que pode levar a morte de pacientes, em alguns casos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *